Confidencial
Subscrever Newsletter

 

Guin-Bissau: Governo reuniu com a comunidade muulmana sobre proibio do vu integral | Jornal Digital
Lusofonia

No estamos contra qualquer prtica religiosa

Guin-Bissau: Governo reuniu com a comunidade muulmana sobre proibio do vu integral

2015-11-24 16:50:02

Bissau Preocupao das autoridades guineenses face proliferao do uso de vus islmicos no pas levou o Governo a reunir esta segunda-feira 22 de Novembro com a comunidade muulmana.

Um encontro que foi presidido pelo Secretrio de Estado da Ordem Pblica, Lus Manuel Cabral, e no qual participaram representantes do Conselho Nacional Islmico e o Conselho Superior dos Assuntos Islmicos da Guin-Bissau.

Falando em nome do grupo que reuniu com o Secretrio de Estado, Tcherno Siradjo Bari disse que no mundo esto em curso vrios conflitos, esta situao de conflituosidade justifica que cada Estado tem o dever se prevenir das consequncias, no entanto necessrio respeitar a religio islmica.

Neste mbito, Siradjo Bari disse que concordava com a iniciativa do Governo em proibir o uso de vu integral por alguns membros da comunidade islmica. Fomos informados que o Governo quer tomar medidas, mas pelo respeito a nossa comunidade ele chamou-nos para pedir informao e consulta em relao ao assunto, disse Bari.

Para Lus Manuel Cabral a situao de vulnerabilidade da Guin-Bissau em termos de segurana obriga preveno da criminalidade e particularmente circulao e aco de fundamentalistas islmicos.

Face a estas ameaas Lus Manuel Cabral disse que os lderes religiosos concordaram com a posio do Governo em proibir o uso vu integral no pas. No estamos contra qualquer prtica religiosa, o que est em causa o controlo das pessoas e a segurana interna do pas mas tambm porque no ponto de vista operativo, ficamos com inquietudes, porque no sabemos com quem relacionam dia-a-dia, disse confirmando que vai informar o chefe do Governo sobre as concluses do encontro.


Por fim Lus Manuel Cabral reconheceu que a situao preocupante e lembrou que a Guin-Bissau um pas laico, pelo que qualquer pessoa livre de praticar a sua f de acordo com as leis vigentes no pas.

(c) PNN Portuguese News Network

Partilhar
MAIS ARTIGOS...
  Jornalista Mussá Baldé vence concurso FIC TV I 2016 na Guiné-Bissau
  Guiné-Bissau: Presidente da ANP vítima de lesão no tendão de Aquiles
  Tribunal Militar Superior manda reabrir processo contra Zamora Induta
  Guiné-Bissau: População de Varela ameaça boicotar reunião com empresa Poto
  Guiné-Bissau: Simões Pereira e Botche Candé regressam ao parlamento
  Guiné-Bissau: Novo programa do Governo é quase idêntico ao que foi aprovado em 2014
  Guiné-Bissau: Governo pretende elaborar orçamentos realistas
  Governo encoraja imprensa guineense a usar os seus direitos constitucionais
  Guiné-Bissau: Sedja Mam suspendeu debate radiofónico na Rádio Difusão Nacional
  Três pessoas encontradas mortas numa residência em Bissau
  Guiné-Bissau: Democracia africana deve ser encarada como uma oportunidade para o desenvolvimento
  Guiné-Bissau: Mais de 300 mil crianças estão a ser vacinadas contra o sarampo

Comentrios

Nome:

E-mail:

Comentrio:


MultimÉdia
   
Catarina Martins não fará parte do governo por falta de «condições politicas»
   
Candidaturas ao «Prémio Lorenzo Natali» para jornalistas abertas até 31 de Agosto
   
Comissão Europeia lança o Prémio de Jornalismo Lorenzo Natali 2015
Cartoon
Jornal Digital | Notcias em Tempo Real | Desde 1998
www.LojaPecasAuto.pt
Hospedagem de Sites Low Cost Cabinda Digital Luanda Digital Bissau Digital Jornal de São Tomé Timor Leste Cabo VerdeMaputo Digital
Not�cias gr�tis no seu site Recrutamento Estatuto editorial Ficha técnica Contactos Publicidade Direitos autorais