Confidencial
Subscrever Newsletter

 

Foras Armadas de So Tom e Prncipe no processo de desenvolvimento do pas | Jornal Digital
Lusofonia

36. aniversrio

Foras Armadas de So Tom e Prncipe no processo de desenvolvimento do pas

2012-09-10 16:25:34

So Tom As Foras Armadas so um instrumento decisivo do processo de desenvolvimento do pas, tendo em conta nomeadamente o papel que STP pode e deve desempenhar no golfo da Guin, cuja importncia geoestratgica no mundo cada vez maior, considerou o Presidente da Repblica.

Manuel Pinto da Costa projecta a instituio como um factor de extrema importncia para a credibilizao externa do pas e para responder aos novos fenmenos como a pirataria, terrorismo, trfico de droga e controlo ambiental.

As Foras Armadas de So Tom e Prncipe (FASTP) so um smbolo por excelncia da soberania e da unidade nacional e nos dias de hoje, podem e devem assumir um papel fundamental na projeco externa do pas no seio da comunidade internacional, sublinhou.

As FASTP devem ser dotadas de meios modernos para terem capacidade de resposta operacional, com vista defesa martima da nossa imensa
Zona Econmica Exclusiva, bem como ambicionar ter uma palavra a dizer no plano da segurana regional, aproveitando a mais-valia que representa a posio estratgica do arquiplago.

O Chefe de Estado fez estas declaraes na cerimnia de juramento de bandeira de 361 mancebos, que marcou, no dia 6 de Setembro, a celebrao do 36. aniversrio das FASTP, no campo do Quartel do Morro.

De salientar que esto em curso, h j algum tempo, reformas no sector castrense. A nova organizao das Foras Armadas, por exemplo, assenta num Estado-maior das Foras Armadas e nos dois ramos das Foras Armadas: Exrcito e Marinha.

H cerca de uma semana, foram empossados, pela primeira vez, o Chefe do Estado-maior e o seu adjunto, nomeadamente o brigadeiro Felisberto
Maria Segundo e o coronel Horcio de Sousa.

No seu primeiro acto pblico, o Chefe do Estado-maior garantiu
que ir prosseguir com as reformas impostas por lei.

Felisberto Maria Segundo anunciou ainda as principais reas em que a hierarquia militar ir continuar a desenvolver as suas aces: implementao do novo Estado-maior das Foras Armadas por forma a estabelecer as relaes de comando adequadas. Ateno Zona Econmica Exclusiva atravs da observao do servio de vigilncia, fiscalizao e policiamento martimo para a efectivao da autoridade do Estado no mar.

Em terra, o exrcito deve fazer-se presente em todo o territrio nacional para garantir a defesa das infra-estruturas crticas e anular outras formas de ameaa que possam fazer perigar a soberania e a independncia nacional, bem como realizar uma actividade dissuasora contra os actos que ponham em causa a segurana interna, sem substituir as instituies vocacionadas especialmente para este fim.

A formao e qualificao dos quadros e treino operacional das tropas, na perspectiva de alcanar padres de exigncia cada vez mais elevados, o reequipamento das Foras Armadas, tendo por base a lei de programao militar recentemente aprovada pela Assembleia Nacional, assim como o aprofundamento do relacionamento entre as Foras Armadas e a sociedade civil no cumprimento de misses de interesse geral a cargo do Estado, a colaborao nas tarefas relacionadas com a satisfao das necessidades bsicas da populao e a melhoria da condio de vida da populao, fazem igualmente do roteiro traado pelos novos responsveis da cadeia de comando.

Entretanto, o comandante supremo das Foras Armadas alertou: Para que a instituio possa desempenhar cabalmente o seu papel deve ter ateno permanente e especial do poder poltico na modernizao dos meios ao
seu dispor, bem como na dignificao da condio de ser militar.

Pinto da Costa aproveitou a oportunidade para agradecer, em nome do Estado, aos parceiros de cooperao que bastante tm contribudo para que
as FASTP desempenhem de uma forma cada vez mais eficaz as suas misses ao
servio do povo e do desenvolvimento do pas.

No deixou de homenagear os que diariamente dedicam com honra,
esprito de misso, unidade, disciplina e trabalho a patritica misso de
servir o pas, a democracia e a liberdade nas Foras Armadas.

A homenagem pblica estendeu-se ao Tenente-coronel Idalcio Pachire, que cessou as suas funes como comandante do Exrcito, pelo elevado sentido de dever, honra, competncia e dedicao Ptria que ao longo dos anos revelou no exerccio das suas funes nas circunstncias difceis que todos conhecemos.

O Presidente da Repblica destacou ainda as virtudes do servio militar obrigatrio, considerando que pode e deve constituir uma verdadeira escola de valores ticos e morais ao servio da formao da nossa juventude, o que consistir sempre um inestimvel servio prestado sociedade.

Renovou ainda o compromisso de tudo fazer para contribuir para um cada vez maior prestgio das Foras Armadas, reiterando a confiana no futuro na instituio que orgulha o pas e os so-tomenses.

(c) PNN Portuguese News Network

Partilhar
MAIS ARTIGOS...
  Jornalista Mussá Baldé vence concurso FIC TV I 2016 na Guiné-Bissau
  Guiné-Bissau: Presidente da ANP vítima de lesão no tendão de Aquiles
  Tribunal Militar Superior manda reabrir processo contra Zamora Induta
  Guiné-Bissau: População de Varela ameaça boicotar reunião com empresa Poto
  Guiné-Bissau: Simões Pereira e Botche Candé regressam ao parlamento
  Guiné-Bissau: Novo programa do Governo é quase idêntico ao que foi aprovado em 2014
  Guiné-Bissau: Governo pretende elaborar orçamentos realistas
  Governo encoraja imprensa guineense a usar os seus direitos constitucionais
  Guiné-Bissau: Sedja Mam suspendeu debate radiofónico na Rádio Difusão Nacional
  Três pessoas encontradas mortas numa residência em Bissau
  Guiné-Bissau: Democracia africana deve ser encarada como uma oportunidade para o desenvolvimento
  Guiné-Bissau: Mais de 300 mil crianças estão a ser vacinadas contra o sarampo

Comentrios

Nome:

E-mail:

Comentrio:


MultimÉdia
   
Catarina Martins não fará parte do governo por falta de «condições politicas»
   
Candidaturas ao «Prémio Lorenzo Natali» para jornalistas abertas até 31 de Agosto
   
Comissão Europeia lança o Prémio de Jornalismo Lorenzo Natali 2015
Cartoon
Jornal Digital | Notcias em Tempo Real | Desde 1998
www.LojaPecasAuto.pt
Hospedagem de Sites Low Cost Cabinda Digital Luanda Digital Bissau Digital Jornal de São Tomé Timor Leste Cabo VerdeMaputo Digital
Not�cias gr�tis no seu site Recrutamento Estatuto editorial Ficha técnica Contactos Publicidade Direitos autorais