Confidencial
Subscrever Newsletter

 

Guiné-Bissau: Consulado de Portugal reduz tempo de espera para pedidos de vistos | Jornal Digital
Lusofonia

Trinta dias

Guiné-Bissau: Consulado de Portugal reduz tempo de espera para pedidos de vistos

2011-04-18 12:57:59

Bissau – A Secção Consular da Embaixada de Portugal na Guiné-Bissau reduziu os cinco meses de espera para obtenção de vistos para apenas trinta dias, colocando igualmente um fim às longas filas em frente à Embaixada de Portugal em Bissau.

A notícia foi avançada em exclusivo à PNN pelo Encarregado da Secção da Embaixada de Portugal na Guiné-Bissau, Salvador Pinto da França. De acordo com o diplomata, o segredo deste sucesso resume-se ao novo método por ele adoptado para os pedidos de visto e que consiste num formulário para o atendimento dos pedidos de visto que diariamente dão entrada nesta secção.

Ainda de acordo com o encarregado da secção da Embaixada de Portugal na Guiné-Bissau, esta iniciativa tem entre outros, o objectivo de prestar atenção e atender todas as pessoas que desejam viajar a partir da Guiné-Bissau para Portugal.

«Para atendermos todas pessoas que solicitam os nossos serviços, criámos um formulário, que nos ajudou, de certo modo, a ter uma ideia clara do tipo de visto que foi solicitado. Isto resolveu uma boa parte dos problemas que temos tido de alguma data a esta parte aqui na embaixada», frisou Pinto da França.

Neste aspecto, o responsável da secção consular da Embaixada de Portugal na Guiné-Bissau, lembrou que aquando da sua chegada ao país, há seis meses, havia cerca de duzentos pedidos de vistos feitos entre Junho e Julho do ano passado, porque neste período, a secção ficava quase três meses sem encarregado. «Actualmente fazemos agendamento de trinta dias, o que considero uma melhoria bastante boa neste serviço», disse.

Um outro sucesso alcançado por este diplomata, foi o fim que colocou sobre as longas filas de pessoas na Embaixada, sendo que algumas destas pessoas passavam noites à procura de informações dos seus documentos que deram entrada nesta representação diplomática.
Em relação aos pedidos de vistos para de consultas médicas, Salvador Pinto da França disse não haver muitas queixas neste sentido, porque todas as pessoas são agora atendidas, embora tenha reconhecido que estes são modelos de visto com mais ponderação em relação a outros, como os de turismo.

No que diz respeito às pessoas que já foram atendidas, Pinto da França revelou que agora estas são informadas dos resultados dos seus pedidos através de números de processos, que são afixados na Secção Consular e não os nomes, como anteriormente se fazia.

Determinado na melhoria do seu serviço, o diplomata garantiu que este novo modelo de atendimento vai continuar, a não ser que sejam encontradas novas dificuldades de atendimento.

Neste sentido, Salvador Pinto da França anunciou a criação, para breve, do site da Embaixada de Portugal na Guiné-Bissau e atendimento do cliente via telefone, bastando o interessado indicar o número do processo. «Esta será uma forma de atender as pessoas que não se querem deslocar pessoalmente aqui à Embaixada, como por exemplo as pessoas que estão longe de Bissau, como em Gabú ou Bafatá», referiu.

Relativamente à existência de um grande númer de passaportes abandonados com os seus respectivos processos, no arquivo da Secção Consular da Embaixada de Portugal, Pinto da França informou que, quando o pedido de visto é indeferido, muitas vezes quem o solicita acaba por abdicar do passaporte.

De acordo com o diplomata, estes documentos vão ser devolvidos ao Ministério do Interior da Guiné-Bissau, enquanto instituição responsável pela emissão do documento.

Sumba Nansil

(c) PNN Portuguese News Network

Partilhar
MAIS ARTIGOS...
  Guiné-Bissau: Reunião da Comissão Política do PRS terminou sem consenso
  Sociedade Civil pede ao Ministério Público fiscalização da constitucionalidade de decretos presidenciais
  Delegação do PRS regressa a Bissau após reunião na Gâmbia
  PAIGC envia delegação à Guiné Equatorial
  “Guiné-Bissau está um pouco doente” temos o dever de dar mão enquanto religiosos
  Centrais sindicais e Sociedade Civil apelam à “desobediência civil” na Guiné-Bissau
  Bissau: Parlamento votou resolução que exorta o Presidente a demitir Baciro Dja
  Bissau: ANP quer que Supremo Tribunal de Justiça avalie a constitucionalidade da nomeação de Baciro Dja
  Guiné-Bissau: PAIGC acusa Baciro Djá de violação do seu dever de militante
  LGDH diz que Zamora Induta foi “sequestrado” pela Guiné-Bissau
  Manifestantes incendeiam pneus nas ruas de Bissau
  Guiné-Bissau: Militares reforçam segurança na residência de Zamora Induta

Comentários

Nome:

E-mail:

Comentário:


MultimÉdia
   
Candidaturas ao «Prémio Lorenzo Natali» para jornalistas abertas até 31 de Agosto
   
Comissão Europeia lança o Prémio de Jornalismo Lorenzo Natali 2015
   
Parlamento Europeu promove seminário para jornalistas sobre questões europeias
Cartoon
Jornal Digital | Notícias em Tempo Real | Desde 1998
www.LojaPecasAuto.pt
Hospedagem de Sites Low Cost Cabinda Digital Luanda Digital Bissau Digital Jornal de São Tomé Timor Leste Cabo VerdeMaputo Digital
Notícias grátis no seu site Recrutamento Estatuto editorial Ficha técnica Contactos Publicidade Direitos autorais