Confidencial
Subscrever Newsletter

 

Remédios que não precisam de receita perdem comparticipação do Estado | Jornal Digital
Economia

Utentes vão passar a pagar mais 37% por alguns dos remédios mais vendidos

Remédios que não precisam de receita perdem comparticipação do Estado

2011-01-05 10:10:40

Lisboa - Fármacos como o paracetamol, antiácidos ou antivirais para combater a gripe, que podem ser comprados nas farmácias sem receita médica, vão perder a comparticipação do Estado até Março deste ano.

A medida, já publicada em Diário da República, vem retirar a comparticipação do Estado aos medicamentos não sujeitos a receita médica. Esta medida integra-se no vasto plano de medidas contenção da despesa do Serviço Nacional da Saúde.

De acordo com dados do Infarmed, de um universo de 1.900 remédios que podem ser comprados sem receita médica, actualmente apenas 24 têm comparticipação e até Março passarão a ser descomparticipados.

Na lista dos remédios a descomparticipar figuram sete apresentações (cápsulas, supositórios, comprimidos) de paracetamol, substância usada para tratar constipações e estados febris, de anti-ácidos e de medicamentos antivirais para combater a gripe.

Assim os utentes vão passar a pagar estes remédios 37% mais caros, esta medida integra-se no vasto plano de medidas contenção da despesa do Serviço Nacional da Saúde.

(c) PNN Portuguese News Network

Partilhar
MAIS ARTIGOS...
  Salário mínimo passa esta quarta-feira para os 505 euros brutos
  Avós poderão passar a contar para cálculo do IRS
  Comissão Europeia preocupada com o aumento do salário mínimo português
  Moviflor encerra portas a partir de Outubro
  Salário mínimo português sobe 20 euros
  Primeiro dia de greve dos enfermeiros com uma adesão de 80%
  Nova nota de 10 euros entra hoje em circulação
  Maria Luís Albuquerque chamada a esclarecer situação do Novo Banco
  Custo da mão-de-obra em Portugal subiu no segundo trimestre
  Eduardo Stock da Cunha é Presidente do Novo Banco
  BES não declarou empréstimos feitos à holding ESI
  Emprego regista a segunda maior subida da UE

Comentários

Nome:

E-mail:

Comentário:


MultimÉdia
   
Prémio de Jornalismo «Direitos Humanos & Integração» atribuído a 25 de Setembro
   
Subscrição de TV integrada em pacote regista aumento
   
Morreu jornalista russo desaparecido na Ucrânia
Cartoon
Jornal Digital | Notícias em Tempo Real | Desde 1998
Hospedagem de Sites Low Cost Cabinda Digital Luanda Digital Bissau Digital Jornal de São Tomé Timor Leste Cabo VerdeMaputo Digital
Notícias grátis no seu site Recrutamento Estatuto editorial Ficha técnica Contactos Publicidade Direitos autorais