Confidencial
Subscrever Newsletter

 

Remédios que não precisam de receita perdem comparticipação do Estado | Jornal Digital
Economia

Utentes vão passar a pagar mais 37% por alguns dos remédios mais vendidos

Remédios que não precisam de receita perdem comparticipação do Estado

2011-01-05 10:10:40

Lisboa - Fármacos como o paracetamol, antiácidos ou antivirais para combater a gripe, que podem ser comprados nas farmácias sem receita médica, vão perder a comparticipação do Estado até Março deste ano.

A medida, já publicada em Diário da República, vem retirar a comparticipação do Estado aos medicamentos não sujeitos a receita médica. Esta medida integra-se no vasto plano de medidas contenção da despesa do Serviço Nacional da Saúde.

De acordo com dados do Infarmed, de um universo de 1.900 remédios que podem ser comprados sem receita médica, actualmente apenas 24 têm comparticipação e até Março passarão a ser descomparticipados.

Na lista dos remédios a descomparticipar figuram sete apresentações (cápsulas, supositórios, comprimidos) de paracetamol, substância usada para tratar constipações e estados febris, de anti-ácidos e de medicamentos antivirais para combater a gripe.

Assim os utentes vão passar a pagar estes remédios 37% mais caros, esta medida integra-se no vasto plano de medidas contenção da despesa do Serviço Nacional da Saúde.

(c) PNN Portuguese News Network

Partilhar
MAIS ARTIGOS...
  Taxa de juro no crédito à habitação subiu em Julho
  Actividade económica mantém em máximos de 14 anos pelo terceiro mês consecutivo
  Portugal coloca 1000 milhões de euros com juros mais baixos de sempre
  Portugal já pagou a Cuba 12 milhões de euros pelos médicos de família
  Filho do construtor que deu 14 milhões a Salgado é accionista do Montepio
  Vistos dourados já trouxeram investimentos de 817 milhões de euros para Portugal
  Malparado: 151 mil famílias não conseguem pagar o crédito da casa
  DECO alerta para casos de dupla facturação em telecomunicações
  Quase metade os desempregados está sem trabalhar há dois anos
  CE-CPLP abre delegação na Guiné Equatorial
  Novo Banco pode reduzir trabalhadores e balcões
  Clientes do BES depositam 200 milhões de euros na CGD num só dia

Comentários

Nome:

E-mail:

Comentário:


MultimÉdia
   
ERC pode abrir processo contra a RTP
   
Mãe de jornalista decapitado na Síria faz apelo ao EI
   
Funeral de Emídio Rangel decorre esta sexta-feira
Cartoon
Jornal Digital | Notícias em Tempo Real | Desde 1998
Hospedagem de Sites Low Cost Cabinda Digital Luanda Digital Bissau Digital Jornal de São Tomé Timor Leste Cabo VerdeMaputo Digital
Notícias grátis no seu site Recrutamento Estatuto editorial Ficha técnica Contactos Publicidade Direitos autorais