Confidencial
Subscrever Newsletter

 

Sara Ocidental: A intifada esquecida | Jornal Digital
Reportagem especial

Levantamento saraui

Sara Ocidental: A intifada esquecida

2009-02-10 18:27:25

Rabuni Todos os portugueses conhecem a intifada palestiniana mas a maioria desconhece que no segundo pas mais prximo de Portugal, Marrocos, est em curso outra intifada reprimida com extrema violncia pelo reino alauita.

So vocs que tm de explicar porque que a maior parte dos rgos de comunicao social no falam na intifada saraui em Marrocos reage Khalil Sidi MHamed, Ministro dos Territrios Ocupados e da Dispora da Repblica rabe Saraui Democrtica (RASD) quando questionado sobre o silncio da imprensa internacional face intifada saraui.

Desencadeada em Maio 2005 por estudantes sarauis da universidade de Rabat, a intifada tornou-se num quebra-cabeas para a monarquia marroquina que tenta abafar a existncia de um levantamento saraui nos territrios do Sara Ocidental controlado por Marrocos mas j se estende a todo o pas. Uma situao que no passou despercebida delegao ad hoc do Parlamento Europeu que se deslocou no final de Janeiro a Layoune, como constatou a Amnistia Internacional.

Depois de ter defendido que a Frente Polisrio era um movimento terrorista Rabat no hesita em reprimir com extrema violncia qualquer manifestao pela autodeterminao do Sara Ocidental, e longe das paradisacas fotografias tursticas Marrocos vai superlotando as suas prises (foto) com amontoados de manifestantes acusados de serem perigosos destabilizadores do reino.

Uma concentrao de jovens sarauis, a aclamao de um slogan pela autodeterminao ou desenhar clandestinamente uma bandeira da RASD resulta imediatamente numa reaco das foras de segurana marroquinas que multiplicam as detenes arbitrarias e submetem os revoltosos a mltiplas torturas frequentemente denunciadas pelas ONGs internacionais.

As manifestaes pacficas transformaram-se entretanto em aces de resistncia, e qualquer sinal de represso degenera rapidamente numa chuva de pedras contra a polcia de choque marroquina. Imagens que Rabat tenta ocultar mas a Polisrio, e os manifestantes sarauis, difundem atravs da YouTube e Dailymotion.

Qualificando de guerrilha pacfica Khalil Sidi MHamed afirma que a intifada saraui faz parte da causa do povo e da luta da Frente Polisrio, cada indivduo que est nos campos de refugiados sarauis (na Arglia) tem um electro na intifada sublinha. Segundo o Ministro dos Territrios Ocupados e da Dispora da RASD a aco da intifada provocou que Marrocos impedisse que ONGs de defesa dos Direitos Humanos se deslocassem ao Sara Ocidental, onde Rabat tenta ocultar valas comuns com vtimas sarauis.

Para Khalil Sidi MHamed a Intifada saraui como a Revoluo Laranja (Ucrnia), onde participam todas as camadas sociais, e garante que vai continuar a dilatar e alastrar por todo o territrio marroquino porque quando um pas est sob ocupao todos tornam-se resistentes.

Marrocos apenas reconhece cinco vtimas mortais da intifada, e a Polisrio avana que desde 2005 a aco das foras de segurana marroquinas contra a guerrilha pacfica resultou em centenas de vtimas, entre os mortos, feridos e torturados.

No ltimo relatrio da Human Rights Watch foi assinalado que os militantes sarauis e os defensores dos direitos humanos continuam a ser vtimas de perseguies e assdio perpetrado pelas autoridades marroquinas que tentam desacreditar estes militantes acusando vrios de utilizarem os direitos humanos com o pretexto para apoiarem aces separatistas da Polisrio, por vezes com violncia. Segundo a mesma ONG para os manifestantes sarauis a recusa marroquina do direito autodeterminao uma violao dos direitos humanos.

Face s presses internacionais Marrocos foi forado a levantar a presso sobre as populaes do Sara Ocidental e permitir a circulao dos activistas dos direitos humanos sarauis, os quais acabaram por se tornar nos smbolos da intifada e nos principais embaixadores das denncias de violaes dos direitos humanos praticadas nestes territrios. Foi este quadro que permitiu a Aminatu Haidar, sobrevivente das prises e torturas marroquinas, se tornar na porta-voz itinerante das populaes sarauis nos territrios do Sara Ocidental controlado por Marrocos e recentemente recebeu em Washington o prmio de defensora dos direitos humanos atribudo pelo Centro Robert F. Kennedy.

O bloqueio meditico Intifada no Sara Ocidental prossegue dado que Marrocos no quer ver manchada a sua proposta de autonomia para o territrio o qual a Frente Polisrio rejeita. Perante o impasse de um cessar-fogo que dura h quase duas dcadas, dos fiascos acumulados das negociaes entre Rabat e a Polisrio sob os auspcios da ONU, e face indiferena internacional relativamente ao levantamento saraui a intifada pode disparar e tudo possvel acontecer a curto prazo, reconheceu Khalil Sidi MHamed.

Rui Neumann

(c) PNN Portuguese News Network

Partilhar
MAIS ARTIGOS...
  TAP: Governo já entregou resolução para impedir suspensão da privatização
  Homem que confessou ter esfaqueado o filho bebé diz que não se lembra
  Clientes lesados do BES invadem Novo Banco em Coimbra
  Lesados do BES invadem instalações do Novo Banco
  Mulher detida por suspeita de atear fogo à sogra
  José Sócrates recebe a Chave da Cidade da Covilhã
  Incêndios cobrem o Porto de fumo e cinza
  Idosos manifestam-se hoje contra «terrorismo social»
  Movimento «Que se lixe a troika» sai à rua este sábado por todo o país
  Número recorde de estudantes estrangeiros na Universidade do Porto
  Ladrões apanhados pela GNR a contar o dinheiro
  Avião com 154 passageiros aterra de emergência no aeroporto de Faro

Comentrios

Nome:

E-mail:

Comentrio:


MultimÉdia
   
Catarina Martins não fará parte do governo por falta de «condições politicas»
   
Candidaturas ao «Prémio Lorenzo Natali» para jornalistas abertas até 31 de Agosto
   
Comissão Europeia lança o Prémio de Jornalismo Lorenzo Natali 2015
Cartoon
Jornal Digital | Notcias em Tempo Real | Desde 1998
www.LojaPecasAuto.pt
Hospedagem de Sites Low Cost Cabinda Digital Luanda Digital Bissau Digital Jornal de São Tomé Timor Leste Cabo VerdeMaputo Digital
Not�cias gr�tis no seu site Recrutamento Estatuto editorial Ficha técnica Contactos Publicidade Direitos autorais